quinta-feira, 1 de junho de 2006

O primeiro dia

São Paulo, 31 de maio de 2006.

Quem me conhece sabe... tem coisas que só acontecem quando se está com a Renatinha!
Primeiro dia em São Paulo, sou recebida no aeroporto com uma programação "de bolso" por ela elaborada e personalizadíssima. Tanta coisa pra fazer que temo que tenhamos que apelar para cafeínas, ligadões ou redbulls para dar conta, não somos mais as meninas de outrora...
Mas vamos às bizarrices...
Rumo ao Parque Ibirapuera, passa por nós um andarilho com uma placa: PROCURO MEU IRMÃO, ELE É PORTUGUÊS. (...) Tudo bem, não era pra ser engraçado, o rapaz perdeu o irmão, tá sozinho no mundo etc. mas... não dá... muitos risos, muitos risos... E pra história não parar por aí, logo em seguida passamos por um Sr. que falava tantos "ora, pois", SÓ PODIA SER O IRMÃO!!!! Só não fizemos o reencontro porque isso é papel do Gugu ou daquele vocalista do Negritude Jr. que também tem um programa desse tipo aqui em São Paulo.
Chegando no Parque, somos abordadas por uma palhaça (isso mesmo que você está lendo, uma plahaça!), a Guigui, que queria que nós parássemos 10 minutinhos pra fazer uma avalição física "gratuíta" (com acento mesmo no i), afinal (você não sabia???) hoje é DIA INTERNACIONAL DA AVALIAÇÃO FÍSICA!!! E a deselegante da Renatinha pergunta se aquela barrigudice dela era padrão... a Guigui estava grávida, Renatinha. Quanto aos outros palhaços, a Guigui explica: a barriga deles é lombriga mesmo!
Museu de Arte Moderna (MAM). Entrada R$ 5,50. Putz, não temos dinheiro. Senta-se no chão, en frente à porta de entrada do Museu, e conta-se moedas, muuuuuuuitas moedas, até que deu. Depois de ver toda a nossa humilhação, a moça da entrada nos diz "Hoje a exposição é gratuita", tudo bem, pelo menos dessa vez foi sem acento no "i".
Tratava-se de uma exposição do Volpi. "A música da cor". Muitas bandeirinhas. Bandeirinhas em tudo. Só bandeirinhas, fachadas com bandeirinhas, mastros com bandeirinhas... Chegamos à conclusão de que realmente o rapaz tem algum trauma de infância do dia de São João. Será que ninguém tirou o pobrezinho pra dançar na quadrilha e ele sempre ficava pra fazer a dança da vassoura????
Gracinhas e bandeirinhas à parte, curtimos a exposição. Vamo pra casa que amanhã tem mais.

2 comentários:

Renata disse...

Faltam mais 5 dias!!!! Bora, muito tempo já sem fazer nada!

Tiago Guimarães disse...

Ei maninha, vamos atualizar esse blog! Afinal de contas, ele tem sido uma rara fonte de alegria e tem suavizado o peso da saudade que tens deixado por aqui!
Te amo. Beijos!
Tiago