segunda-feira, 19 de junho de 2006

Pra Ela!!!


Ela nasceu. Gordinha, bochechuda e cor de jambo.
Ela era muito comilona. Na praia, devorava laranjas. E nos almoços, muita farofa. Peixe, ela só comia porque lhe disseram que se comesse carne branca, ficaria branca. Ela ainda não sabia da beleza de sua cor.
Ela era muito chorona. E seu choro tinha uma introdução de 5 minutos, os lábios inferiores ficavam indo e voltando (pra dentro e pra fora), esperando as lágrimas ficarem prontas e de repente...
Ela não saía da barra da saia da mãe. Pra ir pra escola, arrancava-lhe os cabelos (Ela foi pro psicólogo por causa disso). Em casa, usava as roupas dela pra imitar. Na brincadeira de bonecas, a Barbie sempre falava algo que havia escutado dela.
Ela imitava a Rosana cantando aquela música da novela Mandala, cheia de pose, caras e bocas. E de Rosana, muito tempo depois passou a ser Spice Girl.
Ela só se vestia de preto. E pintava mechas vermelhas no cabelo.
Ela não gostava do cabelo!
Ela só ia pra praia à noite. Ela não gostava de suar.
Ela estudou, em três anos, em três colégios diferentes. Em cada um, fez muitos amigos.
Ela entrou na fase do telefone, e nunca saiu. Só reveza, as vezes, com a internet.
Ela ia ser dentista, depois psicólogoa, depois nutricionista, depois arquiteta.
Ela faz Direito.
Ela cresceu. Ficou linda. O cabelo também cresceu. E ficou lindo.
Ela não é mais comilona. Há dias em que só come maçãs.
Ela tem o gênio do pai. Ela é muito fã da mãe. Ela é muito querida pelos dois.
Ela é hippie, cluber, patricinha, surfista etc.
Ela tem um mundinho particular.
Ela mora no seu quarto cor de rosa, embaixo do seu edredon cor de rosa, com o ar condicionado no mais frio possível.
Ela descobriu que tem 5 graus de miopia e passou a enxergar o mundo, nítido como ele é, só aos 18 anos. Ainba bem que ainda não tinha namorado.
Ela namora o Kevin Bacon. E ganhou de brinde toda a família dele.
Ela queima a testa com a chapinha.
Ela fica vermelha quando bebe.
Ela cai na rua (dos altos de seus saltos) e faz crateras no joelho. Ela põe um curativo e vai pro Pará-Folia.
Ela vira expert em um cantor um dia antes do show.
Ela chora bem menos que antes. Mas as vezes não sabe porquê.
Ela já bateu o carro em outro carro. E ganhou Feliz Natal da vítima.
Ela já bateu o carro sozinha. E ligou pra sua irmã lá em Belo Horizonte pra ajudar em sei lá o quê!
Ela não para de fazer amigos. Eles são muitos e leais. Ela tem sorte.
Ela é ímpar. Ela merece ser feliz.
Ela tem uma irmã que a observa aqui de longe (salve o orkut, o msn, o telefone). Que pede por ela todas as noites. Que torce por ela todos os dias. Que briga com ela, alguns outros. Que deseja muito que ela seja muito feliz.

5 comentários:

Renata disse...

é!!! ela é assim mesmo! eu sei!!!
Parabéns tá, fofinha.
Beijão pra ti.

mila disse...

Não sei quem ela é, mas deve ser muito especial pra ganhar um post tão lindo.
Bj

Vicente disse...

Parabéns pra irmã !!!! mts anos de vida!

Anônimo disse...

Égua, Maíra,
to me acabando de rir do "Caaarrrrrrdo!"
Tem coisa que, sei não, só tu.

um beijo meu e outro do Zi.

Luena

Tiago disse...

Ei!! Bora atualizar???
Beijos